Home / Angola / Angola : Desmentida morte de mais de 100 crianças acusadas de feitiçaria

Angola : Desmentida morte de mais de 100 crianças acusadas de feitiçaria

O Instituto Nacional da Criança (INAC) garantiu, em comunicado, que nenhuma criança foi morta e lançada ao rio por acusação de práticas de feitiçaria nos últimos três anos, em Angola.

Reagindo à notícia veiculada pelo Jornal de Angola, na sexta-feira, sobre a morte de mais de 100 crianças vítimas deste crime e que teve como fonte o Centro de Estudos e Investigação em População da Universidade Agostinho Neto (CEIPUAN), o INAC diz ter recebido a notícia com muita apreensão.

O estudo indica que as ocorrências foram registadas nas províncias de Cabinda, Zaire, Malanje e Bengo. Confrontado com a notícia, o INAC, citado pelo site Plataforma, informou que contactou imediatamente os gabinetes provinciais da Acção Social, Família, Igualdade e Equidade de Género para apurar o registo de caso nas provinciais citadas, que “não confirmaram a informação e manifestaram-se surpresos com os factos divulgados”.