Centeno : “O país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise”

“A economia portuguesa está a ser alvo de um choque externo com consequências graves”, começou por dizer Centeno, em conferência de imprensa. “Temos contudo algumas certezas: tudo faremos para voltar à normalidade e o país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise”, disse, referindo-se ao excedente de 0,2% registado no ano passado e conhecido esta quarta-feira.

No dia em que foi divulgado que a economia portuguesa registou um excedente de 0,2% no ano passado, o ministro das Finanças, Mário Centeno, sublinhou que apesar do choque proveniente do impacto do novo coronavírus, a economia portuguesa nunca esteve tão bem preparada para lidar com uma crise.

“Temos contudo algumas certezas: tudo faremos para voltar à normalidade e o país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise”, disse o ministro das Finanças, em conferência de imprensa.

Sobre o impacto da Covid-19, que ainda é precoce estimar, Centeno deixa a garantia que este choque terá “consequências graves”.

No final do ano passado, a “economia portuguesa era a que mais crescia [comparando] com as da Europa ocidental”, disse Centeno – isto “demonstra a dinâmica que a economia portuguesa tinha e que foi agora abruptamente interrompida” pelo surto.