Concessionária do terminal de Sines paga este mês mais 300 euros a cada um dos mil trabalhadores

PSA Sines fez também um donativo à Misericórdia desta cidade do litoral alentejana.

A PSA Sines, multinacional de Singapura que detém a concessão do terminal de contentores do porto de Sines, vai pagar mais 300 euros a cada trabalhador. A empresa, que emprega mais de mil trabalhadores, emitiu esta quarta-feira um comunicado interno onde informou que esse pagamento adicional será feito com o salário deste mês.

A direcção da PSA diz ter “esperança” que a medida possa ajudar a fazer face a “alguns dos constrangimentos imediatos directos e indirectos provocados por esta pandemia”.

O comunicado acrescenta que os funcionários que estejam em casa para acompanhar os filhos menores de 12 anos vão receber neste mês o salário por inteiro, em vez de apenas os 66% fixados pelo Governo para estes casos. A empresa decidiu adiar o desconto em causa “para o processamento salarial de Abril”.

Por outro lado, a concessionária anunciou que irá entregar um donativo, cujo montante não adiantou, à Santa Casa da Misericórdia de Sines para que esta Instituição particular de Solidariedade Social possa “preparar de imediato um espaço adequado para o caso de ser necessário activar quarentena nas suas instalações”.

A PSA Sines é a empresa concessionária do Terminal XXI, por enquanto o único terminal de contentores do porto de Sines e o maior do país.