Home / Desporto / Futre e a “p*** da mesma pergunta” que também fazem a João Félix

Futre e a “p*** da mesma pergunta” que também fazem a João Félix

Ex-internacional português defende que o reforço do Atlético de Madrid já “é um craque mundial”.

Paulo Futre recorreu, este domingo, às redes sociais para tecer rasgados elogios a João Félix, através de uma caricata história datada de 1987, quando deixou o FC Porto para rumar ao Atlético de Madrid, a troco de cerca de três milhões de euros.

O antigo internacional português recorda que, tal como sucede atualmente com o compatriota , a propósito dos 120 milhões de euros pagos pelos colchoneros ao Benfica, também o próprio viu questionado o seu real valor.

“Cheguei em julho de 1987 ao Atlético de Madrid, depois de vencer a Liga dos Campeões com o FC Porto, e, naquela altura, também foi um investimento histórico numa transferência. Até novembro, fazia-me a p*** da mesma pergunta: ‘Não acreditas que custaste demasiado? Vales o dinheiro que custaste?’. Praticamente o mesmo que perguntam a João Félix desde que chegou”, escreveu.

“Massacraram-me com isso até à 12.ª jornada, quando foi o Real Madrid-Atlético, dérbi no Bernabéu que ganhámos por 4-0. Marquei dois golos e fiz duas assistências. Nunca mais ouvi aquelas perguntas. A partir daquele momento, o meu preço começou a parecer muito barato”, acrescentou.

Para Futre, a diferença para João Félix foi que o próprio “demorou cinco meses”, ao passo que o ex-Benfica só precisou de “duas semanas”: “Acabaram as dúvidas. A única coisa que mudaria é o tempo verbal dos títulos da imprensa. Trocaria ‘João Félix vai ser um craque mundial’ por ‘João Félix é um craque mundial’”.

View this post on Instagram

@joaofelix79: el N° 7 🙌 ¿O debería decir el N° 7-3? 😉 Os cuento una historia: yo llegué en julio del 87 al Atlético de Madrid tras vencer la Champions con el FC Porto y en su momento también fue un gasto histórico en un transferencia. • Hasta noviembre me hacían la misma p*ta pregunta: ¿No crees que has costado demasiado pasta? ¿Vales el dinero que costaste? Prácticamente lo mismo que le preguntan a diario a João Félix desde su presentación. • Me masacraron con ello hasta la decimosegunda jornada que fue el Real Madrid-Atletico. Derbi en el Bernabeu que ganamos 0-4: marqué gol y di dos asistencias. Nunca más escuché aquellas preguntas. A partir de aquel momento mi precio empezó a parecer muy barato. • La diferencia entre João Félix y yo es que yo tardé 5 meses y él dos semanas. Han terminado las dudas. Lo único que cambiaría es el tiempo verbal de los titulares de la prensa: cambiar el "Joao Felix va a ser un crack mundial" por el "Joao Felix ES un crack mundial".

A post shared by Paulo Futre (@futre) on