Governo prepara extensão de moratórias de crédito até final do ano

A medida está a ser redigida no âmbito do programa de estabilização económica e social.

O Governo deverá estender, até ao final do ano, o prazo das moratórias de crédito bancário, atribuídas devido à pandemia de covid-19.

Segundo a edição desta terça-feira do Correio da Manhã, a medida está a ser preparada pelo Executivo no âmbito do programa de estabilização económica e social, que António Costa está a apresentar aos partidos, e que deverá ser conhecido em junho. De acordo com a redação atual, o prazo das moratórias terminaria no final de setembro.

Segundo o mesmo jornal, o prazo das moratórias, que permitem a suspensão dos pagamentos de créditos bancários por parte de famílias e empresas, poderá vir a ser ainda mais longo para alguns setores de atividade, como o turismo e as viagens, por serem mais afetados pela crise gerada pela pandemia.

Até ao final de abril, os bancos receberam perto de 569 mil pedidos para a suspensão temporária do pagamento dos créditos, tendo aprovado quase 90% dos pedidos, segundo o Banco de Portugal.