Há mais irregularidades nos bombeiros para além da alimentação

Em 2018 foram realizadas 57 auditorias financeiras a corpos de bombeiros e em 33% delas (19) foram detectadas irregularidades que levaram a “situações de reposição ou de regularização de verbas transferidas pela ANPC”.

O Ministério da Administração Interna (MAI) detectou várias irregularidades nas facturas apresentadas pelos corpos de bombeiros à Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), além das reveladas na quinta-feira num relatório de uma investigação realizada pela Inspecção-geral da Administração Interna (IGAI) aos fogos de Mação de Julho de 2017.