Já existe um país europeu com datas para reabertura de lojas, restaurantes e centros comerciais

Esse país vai tornar-se na primeira nação da Europa a levantar medidas de isolamento social.

O governo da Áustria planeia começar a reabrir as lojas de rua já a partir da próxima semana, ao mesmo tempo que impõe à população o uso generalizado de máscaras. Esta medida poderá tornar o país austríaco no primeiro a levantar medidas de restrição e contenção na Europa, que tenta travar a todo o custo o avanço do coronavírus.

A Áustria adotou medidas de distanciamento social há já três semanas – à semelhança de outros países europeus, tais como Portugal. Entre as novas normas vigora o encerramento das escolas, dos bares, dos restaurantes, teatros e lojas de bens não essenciais. Os habitantes foram aconselhados a trabalhar em regime de teletrabalho, caso o pudessem fazer.

Este bloqueio reduziu o aumento diário de infeções por coronavírus e o número de pessoas hospitalizadas estabilizou. Até ao momento, o país regista 220 mortes causadas pela doença.

“Reagimos de uma forma mais rápida e restritiva do que outros países, e portanto, conseguimos evitar o pior. Agora, teremos a possibilidade de sair desta crise mais rapidamente”, disse Sebastien Kurz, chanceler austríaco, em declarações à imprensa.

No entanto, o líder acrescenta que o plano ainda é provisório e que só poderá ser posto em prática se até lá, o povo continuar a aderir às medidas que promovem o distanciamento social e se confinarem de forma geral às suas habitações.

Assim, e caso tudo corra como esperado, as lojas de bens não essenciais até 400 metros quadrados irão reabrir no dia 14 de abril, um dia depois da segunda-feira que procede a Páscoa. No dia 1 de maio será a vez de os centros comerciais, os cabeleireiros e todas as lojas de dimensões superiores reabrirem as portas. No entanto, cada estabelecimento só poderá aceitar um cliente por cada 20 metros quadrados ao mesmo tempo.

Já os restaurantes e os hotéis terão de esperar até meados de maio para voltar a abrir portas ao público. Os eventos estão totalmente proibidos até ao final de junho.

Esta segunda-feira, a Áustria impôs que todos os clientes usassem máscaras nos supermercados e tabacarias com mais de 400 metros quadrados, ou na falta das mesmas, um lenço ou um cachecol a cobrir as vias respiratórias. Esta exigência pode vir a ser estendida aos transportes públicos e às lojas que irão reabrir já a partir de meados de abril.

A Áustria regista no total 12.206 casos positivos de coronavírus, de acordo com o último balanço divulgado pelas autoridades de saúde. Esta segunda-feira, apenas se registou um aumento de 155 novos infetados e 16 mortes.