Já foram detidas 54 pessoas por crime de desobediência

Até às 18h de hoje, quinta-feira, foram detidas 54 pessoas por crime de desobediência designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência, anuncia o Ministério da Administração Interna.

Dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência, a Guarda Nacional Republicana (GNR)e a Polícia de Segurança Pública (PSP) têm vindo a desenvolver, desde ‪as 00h00 do dia 22 de março, uma “intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população”.

Tal resultou, até às 18h desta quinta-feira, em 54 pessoas por crime de desobediência designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência, faz saber o ministério tutelado por Eduardo Cabrita.

No mesmo período, foram encerrados 1031 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

O Ministério da Administração Interna “reitera o apelo a todos os cidadãos para o escrupuloso cumprimento das medidas impostas pelo Estado de Emergência, contribuindo assim para conter a propagação da pandemia”.