Jorge Loureiro agrediu dirigente do Sporting na tribuna do Bessa

Filho de Valentim Loureiro terá atingido Miguel Nogueira Leite com “vários murros na cabeça”.

O triunfo do Sporting sobre o Boavista, por 2-1, terminou num ambiente ‘escaldante’, fruto da polémica grande penalidade assinalada por João Pinheiro em tempo de compensação, da qual nasceu o golo decisivo de Bruno Fernandes.

Os ânimos exaltaram-se, não só no relvado – do qual o árbitro da Associação de Futebol de Braga teve de sair sob a escolta de dois agentes da polícia, fruto da fúria dos adeptos da casa – como também fora dele.

De acordo com o jornal O Jogo, Jorge Loureiro (filho do ex-presidente dos axadrezados, Valentim Loureiro) terá agredido Miguel Nogueira Leite (membro do Conselho Diretivo dos leões) com “vários murros na cabeça”.

Jorge Loureiro terá sido imediatamente identificado pela polícia e “será objeto de queixa-crime”, adianta a publicação, que dá, ainda, conta dos insultos dirigidos por adeptos do Boavista ao presidente da Liga, Pedro Proença, no final do encontro da 25.ª jornada.