Home / Desporto / Leonardo Jardim despedido do Mónaco e já há sucessor

Leonardo Jardim despedido do Mónaco e já há sucessor

O Mónaco anunciou, este sábado, a saída de Leonardo Jardim do comando técnico. E já há substituto: o espanhol Roberto Moreno.

Chegou ao clube do Principiado em 2014/15 e, nas quatro épocas ao serviço dos monegascos, conquistou uma liga francesa duas épocas depois, numa temporada de sonho, em que também conseguiu chegar às meias-finais da Liga dos Campeões. Em 2018/19 não resistiu aos maus resultados e deu lugar a Thierry Henry. Vinte jogos depois, a 25 de janeiro de 2019, o francês abandonou o comando técnico e voltou a dar lugar a Leonardo Jardim, que assinou contrato até junho de 2020. Mas a ligação durou menos de um ano.

O treinador português de 45 anos deixou, este sábado, de ser treinador do Mónaco. A equipa monegasca ocupa o sétimo lugar da liga francesa, a 17 pontos do líder PSG, e já foi eliminada da Taça da Liga Francesa. Através das redes sociais, Oleg Petrov, vice-presidente do Mónaco, agradeceu ao português.

“Gostaria de agradecer a Leonardo Jardim por todo o trabalho que fez e por todos os sucessos alcançados nos últimos anos. Leonardo e a sua equipa técnica deram o seu máximo para manter o clube na Ligue 1 na última época e dar o lugar merecido à equipa no campeonato. Desejamos-lhe o melhor para o futuro”, pode ler-se em comunicado.

No mesmo dia em que é anunciada a saída de Jardim, conhece-se o sucessor: Roberto Moreno. O espanhol, que orientou a seleção espanhola durante a ausência de Luís Enrique e saiu da La Roja de forma polémica, regressa ao trabalho com um contrato válido até junho de 2020.