Lisboa : Bombeiros e PSP atacados à pedrada

Equipa da corporação de Sacavém apedrejada ao apagar fogo em contentores do lixo.

Uma equipa dos bombeiros de Sacavém, em Loures, foi durante a madrugada deste sábado apedrejada com violência quando tentava apagar as chamas de dois ecopontos incendiados à entrada do Bairro da Quinta da Fonte, na Apelação.

Tiveram de pedir ajuda à PSP, sendo que a patrulha que acorreu ao local também foi apedrejada.

No total foram incendiados cinco ecopontos no concelho de Loures, a juntar a mais três e a uma viatura na Amadora, e a outros cinco ecopontos em Lisboa, naquele que foi o quinto dia consecutivo de distúrbios depois da intervenção da PSP no Bairro da Jamaica, no Seixal, na manhã do domingo passado.

Na Amadora, os três ecopontos foram incendiados em simultâneo, pelas 02h44, na rua Manuel Alpedrinha, na Reboleira. O fogo rapidamente se propagou a uma carrinha de uma empresa de medicamentos, estacionada ao lado. Oito bombeiros com recurso a quatro viaturas extinguiram o fogo.

Praticamente à mesma hora, os bombeiros de Sacavém eram chamados para a primeira de três situações de fogo posto em contentores do lixo.

A primeira intervenção, de combate a fogo em dois contentores, decorreu sem sobressaltos. Na segunda vez, porém, os bombeiros primeiro, e a PSP depois, foram apedrejados na avenida José Afonso, junto ao Bairro da Quinta da Fonte, ao extinguirem chamas em dois contentores. Já pelas 08h10, ardeu mais um contentor nas imediações.

Também em Lisboa se registaram incêndios. Pelas 14h15, na rua Soeiro Pereira Gomes, quatro contentores do lixo arderam. Foram agentes da PSP a extinguir o incêndio com o extintor do carro-patrulha, evitando assim mais danos.

Pelas 15h15, desta vez na avenida Infante D. Henrique, em frente à discoteca Lux, mais um contentor do lixo ardeu, aparentemente por fogo posto. A situação foi resolvida por um bombeiro de folga que passava.