Mais uma morte e 417 infetados, o maior aumento em nove dias

Portugal soma esta quinta-feira 417 novos casos de covid-19, a maioria em Lisboa e Vale do Tejo, onde se registou mais uma vítima mortal. Ao todo, contam-se 38089 infetados e 1524 óbitos desde o início da pandemia.

Segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde, morreu em Portugal, na região de Lisboa e Vale do Tejo, uma pessoa desde quarta-feira, dia em que se tinha registado também apenas um óbito, elevando para 1524 o número total de mortes por covid-19. De acordo com o relatório, a vítima trata-se de um homem com mais de 80 anos,

Nas últimas 24 horas, foram registados mais 417 casos de infeção, havendo agora 38089 infetados desde março. É o aumento mais alto dos últimos nove dias, só ultrapassado pela marca de 421 novos casos, a 9 de julho.

Dos novos contágios, 325 registaram-se em Lisboa e Vale do Tejo (de um total de 15971 infetados), o que equivale a cerca de 78% do total (ontem, tinha sido 84%). O Norte, que no balanço de ontem registou mais 38 pessoas infetadas, soma hoje mais 29 casos (17208 ao todo); e o Algarve, que ontem tinha seis novos infetados, regista hoje mais 35, quase seis vezes mais (448 no toal). De resto, a região Centro mais do que duplicou – passou de mais nove casos, ontem, para mais 21 (em 3934) e há sete novos infetados no Alentejo (de 295). Açores (143) e Madeira (90) continuam sem mais infeções.

Há, em todo o país, 416 pessoas a receber tratamento hospitalar (menos 19 do que as que havia ontem), 67 das quais em unidades de cuidados intensivos (menos duas). E há ainda 24010 casos recuperados, mais 430 do que ontem (+1,8%). É o número maior em quase um mês: em termos absolutos, o valor só é ultrapassado pelo de 24 de maio, quando entraram 9844 pessoas na lista dos recuperados, e em termos relativos, só a marca de 10 de junho (aumento de 1,89%) supera a de hoje.