Home / Desporto / Messi recusa medalha: “Não temos de fazer parte desta corrupção”

Messi recusa medalha: “Não temos de fazer parte desta corrupção”

Lionel Messi, que foi expulso este sábado frente ao Chile no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares da Copa América, recusou receber a medalha e considerou que a expulsão foi uma consequência das declarações que o próprio fez depois do jogo com o Brasil.

Depois de uma confusão com Gary Medel, Messi foi expulso pela segunda fez na carreira, numa altura em que a Argentina já vencia o Chile por 2-0. No final do encontro, o astro argentino voltou a falar de corrupção e justificou a expulsão pelas duras críticas que deixou após o jogo com o Brasil nas meias-finais.

“Estou tranquilo, viu-se o que aconteceu. Digo sempre a verdade e sou honesto, isso é o que me deixa tranquilo. Se o que eu digo afeta e tem repercussões, não é culpa minha. Acho que a expulsão foi consequência do que eu disse. Talvez esteja a pagar a fatura pelo que disse da última vez. Com um cartão amarelo estava tudo resolvido”, atirou, explicando a ausência na entrega das medalhas de terceiro classificado.

“Foi por tudo um pouco. Não temos de fazer parte desta corrupção, desta falta de respeito de toda a Copa América. Estávamos a mais. A corrupção, os árbitros e tudo isto não permite que as pessoas participem no futebol, no espetáculo, e arruína-o”, atirou.

A Argentina venceu este sábado o Chile por 2-1, no jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares da Copa América.

pub