Monção : Morreu emigrante infetado que viajou de autocarro com 50 pessoas

Faleceu este domingo o emigrante de Monção infetado com coronavírus, que viajou de França para Monção num autocarro com mais 50 pessoas. Trata-se do primeiro caso registado naquele município e também na região do Alto Minho, a 14 de março.

Manuel Gomes, de 64 anos, estava hospitalizado desde essa altura no Hospital São João, no Porto. A morte foi confirmada pelo presidente da Junta de Merufe, Márcio Alves. “Estava bastante debilitado. Entrou e nunca mais saiu. Faleceu ontem [domingo]. O funeral realiza-se amanhã de manhã [segunda-feira]”, informou.

Manuel Gomes viajou de França, onde vivia sozinho, para Merufe, Monção, onde também tinha residência. Chegou no dia 8 e contactou com várias pessoas, ao longo de quatros dias. Apresentou sintomas como falta de ar na quinta-feira seguinte.

Uma irmã de 59 anos foi contagiada e encontra-se ainda nesta em recuperação em casa. Cinco bombeiros da corporação de Monção, envolvidos no transporte do infetado para o centro de saúde local e depois para o hospital de Viana do Castelo, fizeram quarentena por terem contactado com o emigrante. Nenhum está contagiado.

Na viagem de Manuel Gomes seguiam passageiros dos concelhos vizinhos de Valença e Melgaço.