Home / Portugal / Mulher encontrada degolada morreu, afinal, devido a doença

Mulher encontrada degolada morreu, afinal, devido a doença

A confirmação é avançada pela Polícia Judiciária.

Uma mulher de 47 anos, cuja morte num momento inicial foi atribuída a violência doméstica, morreu, afinal, de doença. O caso remonta ao passado dia 6 de março, em Corroios, concelho do Seixal.

A confirmação é avançada pela Polícia Judiciária, que ficou responsável pela investigação. Em comunicado enviado às redações, a força de segurança assegura que “as conclusões da investigação apontam, inequivocamente, para a ocorrência de uma morte por motivo de doença, sem qualquer intervenção de terceiros”.

Recorde-se que a mulher foi encontrada já sem vida no hall do prédio e, no dia seguinte à ocorrência, a Polícia Judiciária emitiu também um comunicado em que já admitia “a hipótese de não se tratar de um crime”.

De salientar também que a Polícia de Segurança Pública de Setúbal assegurou, no dia do incidente, que a mulher tinha sido degolada. Houve meios de comunicação social que avançavam inclusive com a informação de que o principal suspeito da morte da mulher seria o ex-companheiro que estaria em fuga.

pub