Oitavos da Champions podem mesmo passar pelo Dragão e D.Afonso Henriques

Situação sanitária na Alemanha e em Espanha pode conduzir a este desfecho.

A fase final da presente edição da Liga dos Campeões ainda permanece uma incógnita no que diz respeito à disputa dos quatro jogos que ainda faltam disputar dos oitavos de final.

Se Lisboa foi a sede escolhida para ‘abraçar’ os sete derradeiros encontros da competição, com as partidas a serem disputadas entre os estádios da Luz e de Alvalade, a UEFA deixou via aberta para que os jogos que faltam disputar dos ‘oitavos’ se realizassem nos países de onde os clubes são procedentes.

Todavia, e segundo avança o diário O Jogo, nesta sexta-feira, cresce a incerteza no organismo europeu em realizar encontros na Alemanha e em Espanha, dois países que nos últimos dias registaram vários surtos de Covid-19, ganhando cada vez mais força a alternativa lusa.

Dessa forma e para manter todos os clubes concentrados no mesmo país cresce a hipótese dos estádios do Dragão, no Porto, e o D. Afonso Henriques, em Guimarães, serem os palcos do Bayern Munique-Chelsea, Barcelona-Nápoles, Juventus-Lyon e Manchester City-Real Madrid.