Quatro mortos em queda de helicóptero

O governador do distrito de Chukotka adiantou que na origem do acidente pode estar uma falha técnica do helicóptero. Este é o segundo acidente mortal com um helicóptero Mi-8.

Quatro pessoas morreram esta terça-feira na sequência da queda de um helicóptero Mi-8 do exército russo durante um exercício num aeroporto no extremo nordeste da Rússia, informaram as autoridades locais.

“Três tripulantes e um mecânico estavam a bordo. Os quatro morreram”, disse Roman Kopin, governador do distrito de Chukotka, no extremo nordeste da Rússia, na rede social Instagram.

O governador adiantou que na origem do acidente pode estar uma falha técnica do helicóptero.

O acidente ocorreu esta terça-feira às 14h00 locais (03h00 em Lisboa) durante um voo de teste num aeroporto civil e militar na cidade de Anadyr, a principal cidade de Chukotka.

Este é o segundo acidente mortal com um helicóptero Mi-8. Em 19 de maio, outro Mi-8 do exército russo caiu na região de Moscovo, matando toda a tripulação.

O Mi-8 é usado tanto para objetivos militares quanto para transporte civil. Os modelos maiores podem transportar até 32 pessoas.

Os acidentes com helicópteros e pequenos aviões são comuns na Sibéria e no Extremo Oriente russo.

Estes meios de transporte são uma forma comum de transporte para cobrir grandes distâncias em regiões escassamente povoadas.