Home / Mundo / Reino Unido : Parlamento chumba acordo do Brexit

Reino Unido : Parlamento chumba acordo do Brexit

A Câmara dos Comuns chumbou a proposta do Brexit, esta terça-feira. O não venceu por 149 votos.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, não conseguiu fazer passar o acordo apesar dos três documentos adicionados segunda-feira que o Governo considerava terem as alterações necessárias para conseguir uma maioria de deputados favorável.

O acordo para o Brexit foi rejeitado com 391 votos contra e 242 a favor

Já em janeiro, o documento apresentado por Theresa May tinha sido rejeitado por uma margem de 230 votos, incluído 118 de deputados do partido do governo, o partido Conservador.

Além do Acordo de Saída e da Declaração Política sobre as relações futuras, foram votados hoje três novos documentos que só foram finalizados ao final do dia de segunda-feira em Estrasburgo pela primeira-ministra britânica, Theresa May, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Depois da votação e rejeição de hoje, os deputados votam na quarta-feira a possibilidade de o Reino Unido sair da União Europeia sem acordo, um cenário particularmente temido nos meios económicos.

Se também essa possibilidade for afastada pela Câmara dos Comuns, será então votado se Londres pede aos líderes europeus um adiamento do Brexit para depois da data prevista, de 29 de março.

“Não haverá mais oportunidades” se parlamento britânico chumbar Acordo, diz Juncker

O presidente da Comissão Europeia assegurou que “não haverá mais oportunidades, nem mais interpretações das interpretações, nem garantias para as garantias” se o parlamento britânico chumbar o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia.

“Em política, às vezes temos segundas chances. E isso foi o que fizemos hoje. Não haverá mais oportunidades, nem mais interpretações das interpretações, nem mais garantias para as garantias se o Acordo de Saída for chumbado amanhã [terça-feira]”, asseverou Jean-Claude Juncker numa conferência de imprensa conjunta com a primeira-ministra britânica, Theresa May, em Estrasburgo, França.

UE “fez tudo ao seu alcance” para que Acordo de Saída fosse aprovado

A União Europeia (UE) fez tudo o que podia para ajudar à aprovação do Acordo de Saída do Reino Unido do bloco comunitário no parlamento britânico, defendeu o negociador-chefe europeu, Michel Barnier.

Numa curta publicação na rede social Twitter, o principal negociador da UE para o Brexit escreveu que “a UE fez tudo o que estava ao seu alcance para ajudar à aprovação do Acordo de Saída”.

Acordo “está morto”

O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, reagiur, dizendo que “o acordo deles, o da primeira-ministra, está claramente morto”.