Home / Comunidades Emigrantes / Terras de Bouro : Povo ajuda a pagar funeral de emigrante

Terras de Bouro : Povo ajuda a pagar funeral de emigrante

Carlos da Maia Soares, de 47 anos, morreu num despiste de automóvel no Luxemburgo.

Carlos da Maia Soares, de 47 anos, era natural de Souto, Terras de Bouro, mas há seis anos que estava emigrado em Kiischpelt, no Luxemburgo. No passado domingo, dia 30 de junho, despistou-se quando conduzia um automóvel na estrada CR324, em Pintsch. Apesar dos esforços dos socorristas, acabou por morrer no local.

A rápida trasladação para Portugal e o funeral da vítima só foram possíveis, em grande parte, devido à onda de solidariedade que se gerou entre amigos e familiares.

Na sequência do despiste, que teve lugar durante a tarde, a viatura Mercedes galgou os railes de proteção da via, ficando imobilizada num ribeiro. Não se sabe o motivo que provocou a perda de controlo do carro, apenas o resultado da autópsia poderá esclarecer se algum problema de saúde afetou Carlos Soares antes do acidente.O homem, que emigrou com a irmã, estava atualmente desempregado e morava sozinho.

O processo de trasladação desejado pela família levou a que amigos e vizinhos tivessem mobilizado um peditório, através das redes sociais e também de porta em porta, para angariar o dinheiro suficiente. “Vamos ajudar esta família e permitir que a sua mãe possa se despedir e enterrar o filho e fazer o luto.

(…) Para que este senhor possa ser enterrado e encontrar a paz na sua terra natal”, lia-se numa publicação do Facebook. O funeral veio a realizar-se na sexta-feira, pelas 17h00, na Igreja de Souto. A família agradeceu a ajuda.

pub