Trabalhador morre nas minas de Aljustrel e deixa três filhos

Trabalhador morre nas minas de Aljustrel e deixa três filhos

Há ainda a registar um ferido grave. Máquina industrial caiu de uma altura de 40 metros.

Uma pessoa morreu e outra ficou ferida com gravidade esta segunda-feira após a queda de uma máquina industrial nas minas de Aljustrel.

A queda terá sido de uma altura de 40 metros. Fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adiantou à Lusa que a vítima mortal é um trabalhador de 47 anos.

Este homem tinha três filhos, um deles menor de idade.

O outro trabalhador, de 36 anos, foi transportado, de ambulância, em estado “estável” para as urgências do hospital de Beja, referiu a fonte. No local estão 10 elementos dos bombeiros apoiados por seis viaturas e o helicóptero do INEM. O alerta foi dado às 11h12.

O presidente do Sindicato da Indústria Mineira disse que o acidente se deveu a “falta de segurança” na mina.

Vítimas de acidente nas minas de Aljustrel trabalhavam para empreiteiro

As duas vítimas do acidente de esta segunda-feira nas minas de Aljustrel, um morto e um ferido, trabalhavam na manutenção mecânica, a cargo de um empreiteiro, e circulavam na altura numa viatura ligeira, indicou a concessionária do complexo mineiro.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Almina – Minas do Alentejo, explicou que se tratam de dois trabalhadores da empresa EPDM — Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro, da área da manutenção mecânica, que circulavam numa viatura ligeira na Mina de Feitais em Aljustrel, no distrito de Beja.

Esta segunda-feira, pelas 11h10, uma máquina industrial caiu para dentro de um fosso nas minas de Aljustrel, arrastando os dois trabalhadores. O acidente causou a morte de um homem, de 47 anos, e ferimentos noutro, de 36, que foi transportado, de ambulância, em estado “estável” para as urgências do hospital de Beja, segundo disse à Lusa fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).