Vieira arrasa a arbitragem e fala sobre árbitros ameaçados

As declarações do presidente do Benfica foram proferidas a seguir à eliminação do Benfica da Taça da Liga diante do FC Porto.

O Benfica foi esta terça-feira eliminado da Taça da Liga, na sequência do desaire diante do FC Porto, 1-3, na primeira meia-final da competição.

No final do encontro, Luís Filipe Vieira falou aos jornalistas e não escondeu a insatisfação para o comportamento do árbitro Carlos Xistra, assim do VAR.

O presidente do Benfica revelou ainda que houve árbitros ameaçados, dos quais se desconhecem os motivos da suas reais saídas. Vieira fala ainda de um Benfica unido que não desistirá da conquista do campeonato, nem da Liga Europa.

Declarações de Luís Filipe Vieira:

“Devíamos ficar preocupados com isto tudo. Por debaixo dos e-mails e das malas ciao que se condenaram em hasta pública. A verdade é que ninguém nos condenou. Há um homem que está com uma câmara de televisão à frente e não consegue distinguir se é fora de jogo ou não, se não conseguem ver que no primeiro golo do FC Porto há falta a meio campo, então este árbitro não pode apitar mais.

Estes homens estão cada vez mais preocupados e nem sabem o que hão-de fazer. Hoje é fácil castigar o Benfica. Já nos tiraram o Tiago Pinto, o Rui Costa e ainda temos de assistir impávidos e serenos ao que se faz num banco e ao que se faz no outro [banco do FC Porto]. Eu já fui ao Conselho de Arbitragem e tive a ousadia de dizer que a principal culpa é deles. Há árbitros que foram escorraçados da arbitragem e nem sabemos os porquês.

Eles sabem que foram ameaçados, eu sei que há árbitros que foram ameaçados e não se querem dizer as razões, mas eu sei. Ninguém nos vai vergar. Hoje ficou provado qual era a equipa que se tinha de abater. O nosso objetivo é a Europa e o campeonato. Muitos querem falar, mas a valia está na nossa equipa. Estamos debaixo da bandeira do Benfica. Tenho muito orgulho em ser benfiquista e fiquem cientes disto: o Benfica ainda vai crescer muito mais”.